Covid-19 volta a preocupar paraenses: em Altamira, Prefeitura conta com rede de prevenção e mantém vacina contra o vírus

0

Após um período de aparente tranquilidade, a Covid-19 volta a preocupar no Pará. Relatórios apresentados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) revelam que, apenas na primeira quinzena de janeiro deste ano, 11 pessoas morreram vítimas do vírus. Esse é o mesmo número de mortes causadas pela doença durante todo o mês de dezembro de 2023.

Em Altamira, na região Sudoeste do Pará, não há registro de óbitos, mas, nos 15 primeiros dias deste ano, 53 pessoas testaram positivo para o vírus, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). O mapeamento indica casos da cidade e da zona rural, incluindo povos indígenas, um dos grupos mais vulneráveis e infectados durante o auge da pandemia, que surgiu em 2020.

ACOMPANHE AQUI RELATÓRIOS DETALHADOS SOBRE A COVID-19

No comparativo de casos confirmados no Pará, em janeiro do ano passado e agora, o cenário também gera preocupação. Enquanto durante todo o mês de 2023 foram 2.034, apenas na metade de janeiro deste ano os registros chegam a 1.446. Na outra ponta, aumento também de óbitos. 10 em 2023 ante 11 registros atuais. Altamira é o sexto município paraense entre os mais afetados pela Covid, aponta a plataforma que monitora a doença no Estado.

Para a diretora de Vigilância em Saúde de Altamira, Cristiane Ferreira da Cruz, é preciso intensificar os cuidados básicos e diários, tendo a população como linha de frente no enfrentamento.

A principal orientação da área de Saúde é que as pessoas mantenham a higiene das mãos, utilize álcool gel e, mais uma vez, considere o uso de máscaras, especialmente em ambientes fechados e movimentados, além de evitar aglomerações. Em relação aos sintomas gripais, a recomendação é que as pessoas procurem a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. “A realização de testes para Covid é possível já no segundo dia de sintomas gripais”, informa Cristiane Cruz.

Vacinação contra a Covid-19 está disponível na Unidade de Saúde do Ilvanir Denardin para:

  • 6 meses a menor de 5 anos (Baby)
  • Gestantes, puérperas, imunossuprimidas e idosos

A Prefeitura de Altamira mantém campanhas de conscientização sobre a importância da prevenção contra a doença. “A gente está com a vacinação dos grupos prioritários nas Unidades Básicas de Saúde do município e pede que a população busque pela imunização, que á única forma de evitar maiores complicações da Covid-19”, alerta a enfermeira Lienda Bandeira, coordenadora de Imunização.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade