Feira do Pescado: Evento mantém a tradição dos altamirenses e aquece a economia

0

A Semana Santa é uma ocasião tradicionalmente marcada pelo consumo de peixe, refletindo uma prática cristã que incentiva as pessoas a dedicarem-se à penitência. E pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura de Altamira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), promoveu a 2ª edição da ‘Feira do Pescado de Altamira’.

Este ano, a II Feira do Pescado de Altamira trouxe peixes vivos e peixes abatidos, incluindo filés, banda com espinha e sem espinha, além de cortes especiais. São peixes de qualidade, direto do produtor para a mesa do consumidor.

No evento realizado nos dias 28, 29 e 30 de março, foram ofertados aos consumidores 10 toneladas de peixes das espécies piau, tambaqui e matrinxã, dentre outras. Nesta edição, a feira também disponibilizou peixes vivos e peixes abatidos, incluindo filés, banda com espinha e sem espinha, além de cortes especiais.

O objetivo da feira é incentivar o consumo de pescado oriundo da piscicultura em apoio aos piscicultores locais, além de garantir mais um espaço alternativo para os produtores de peixe de Altamira, incentivando a produção, gerando emprego e renda para as famílias e fornecendo pescado de qualidade para os altamirenses.

Quem aprovou a realização da feira e os preços do pescado foi a estudante, Luana Gonçalves. “Achei muito bom pra gente poder comprar o peixe pra estar comemorando a Semana Santa. Os preços estão bem em conta e eu e minha família, sempre comemoramos comendo peixe. Gostei do local também porque fica mais acessível”, comenta.

Já o professor aposentado, Francisco Jailton de Sousa, é freguês da feira e mais uma vez foi lá que encontrou os peixes com os melhores preços. “Gostei bastante, porque eu estive andando por aí e aqui está sendo com o preço mais em conta. E além do preço ser acessível, também tem a questão do local porque aqui é mais fácil de encontrar. É a segunda vez que eu compro aqui e se fizer sempre eu estarei aqui, porque favorece muito o consumidor, eu gosto e é uma tradição que eu sigo desde pequeno”, disse.

Bruno Bicelli, engenheiro de pesca e piscicultor, conta as novidades que trouxe para essa nova edição e agradece a realização da feira. “No ano passado foi muito bom e neste ano estamos apresentando o Tambaqui inteiro com vísceras, a banda com e sem espinha, para assar, temperada e cortes impostas. A iniciativa da prefeitura é muito interessante pra estar incentivando outros produtores a trabalharem com a criação de peixe, com a piscicultura, já que o nosso município está muito carente hoje de criadores de peixe, de piscicultores. Então essa feira serve pra incentivar e mostrar que o peixe da piscicultura é um peixe bom e saudável. E hoje a população pode estar consumindo um produto oriundo da piscicultura com excelente qualidade”, afirma.

Para o secretário de Agricultura, Marconio Paiva, a feira é uma oportunidade de fortalecer a piscicultura local. “O cerne dessa ação é promover, fomentar a agricultora familiar e o agricultor da nossa cidade, e da nossa região, fomentar a piscicultura de um modo geral. Então nós estamos felizes porque temos o maior número em quantidade de toneladas disponível e com um preço mais baixo do que o do ano passado”, comemora.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade