Prefeitura de Altamira investe e incentiva produção artesanal de chocolate fino na região do Xingu

0

Visando a produção do chocolate fino na região que é a maior produtora de cacau no Norte do país, a Prefeitura de Altamira iniciou a sétima turma do Curso de Chocolatier, que está integrado ao ‘Programa Fruto de Ouro’. A iniciativa permite que produtores rurais conheçam, com aulas teóricas e práticas, a importância dos processos, desde a seleção do fruto, no momento da colheita na propriedade, até o beneficiamento do cacau, com a produção de um chocolate artesanal e 100% regional.

Meire Rodrigues tem uma propriedade na comunidade Itapuama, onde trabalha com produtos artesanais produzidos a partir do cacau. Ela é uma das integrantes da nova turma do projeto da Prefeitura de Altamira, e comemora por poder viver essa nova experiência.

“Muda muita coisa, já mudou [a minha visão]e eu tô com outras ideias de trabalhar com cacau. Nós que temos pequenas propriedades e poucos pés temos que aproveitar de tudo. Eu já aproveitava a folha, a casca, a sibira (película que envolve a amêndoa) do cacau, e a semente muito pouco, que é principal, e agora vou aproveitar muito mais, foi uma mudança radical e depois desse curso eu vou me tornar uma pessoa muito intelectual no mundo do chocolate, porque eu tô dando tudo de mim”, afirma produtora.

A iniciativa da Prefeitura de Altamira já permitiu que 46 produtores rurais pudessem ter acesso ao curso. A formação tem como principal objetivo especializar profissionais da região para que possam fazer a produção do próprio chocolate, de forma sustentável, garantindo melhor qualidade e aperfeiçoando a cadeia produtiva do cacau na região.

Clauremir Silva é morador do Travessão da Firma, e já participou do curso de Chocolatier. Nesta edição, levou as filhas para a 7ª turma.

“Hoje avalio que o curso foi 100%, porque a gente aprendeu desde a roça até a fabricação do chocolate e, devido a gente já trabalhar com a produção de cacau e amêndoa para vender avulsa, a Prefeitura nos disponibilizou esse curso para a gente ter mais um conhecimento técnico para a produção do cacau fino, e não somente vender a semente ou amêndoa, mas aperfeiçoar os produtos advindos da semente, como a manteiga e o achocolatado. Agora, após o curso, a gente já tem outra visão de agregar valor ao nosso produto, que é trabalhar diretamente com o chocolate fino, e os subprodutos”, sentencia.

Uma das filhas do produtor é Manoela Heloá, de 12 anos. A menina conta que a experiência está sendo enriquecedora. “Tô aqui para aprender a fazer chocolate e tudo o que a gente precisa para poder passar para as pessoas e poder vender”, fala empolgada a futura chocolatier.

Com turmas formadas por 10 alunos em cada edição, o projeto foi implementado pela gestão municipal de Altamira em julho do ano passado e segue até junho de 2024. Para saber mais sobre o curso, inclusive informações de como se inscrever e participar, continue acompanhando as redes sociais (Instagram: @altamiraprefeitura e Facebook: @prefeituradealtamira), e os sites oficiais, da Prefeitura de Altamira (altamira.pa.gov.br e maisaltamira.com.br).

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade