De Altamira para o Mundo: ‘Rota do Cacau ao Chocolate’ é lançada na capital do Estado

0

Depois de ser lançado com sucesso em Altamira, o projeto cruzou mais de 830 quilômetros com destino à capital paraense. Em Belém, a Rota Turística do Cacau ao Chocolate, liderada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), foi lançada oficialmente, dia 25 de janeiro, no Restaurante Famiglia Sicilia. Um marco histórico para a região da Transamazônica que é responsável pela maior fatia da cacauicultura brasileira.

“A Rota do Cacau ao Chocolate tem o objetivo de oferecer para os visitantes do Brasil e do mundo, uma rota definida. Visitamos produtores, catalogamos produtos, verificamos quem gostaria de fazer parte desse projeto, pegamos produtos que já existiam, mas estavam desconectados, conectamos, criamos embalagem, tudo para que o turista possa conhecer a delícia e o acolhimento da Transamazônica e ver o chocolate de qualidade que está sendo produzido naquela região”, afirma o gestor de Altamira, Claudomiro Gomes.

Atualmente o Pará é quem carrega o título de maior produtor de cacau do Brasil, com mais de 50% da produção nacional, sendo que na transamazônica se produz 86% do cacau do estado do Pará. Investimentos em tecnologia, que priorizam o cultivo sustentável, incentivo a pequenos e grandes produtores, além do fomento ao Turismo na região, abrem caminho para mais um passo no setor. E é justamente através do Turismo que uma nova empreitada avança no município, com um projeto pioneiro em toda a região Norte.

Com a rota criada para orientar turistas, Altamira se torna pioneira no Norte, e, além disso, se apresenta como polo articulador, já que inclui municípios vizinhos, reforçando a necessidade de defender a marca não apenas para si, mas para toda a região que concentra a maior produção de cacau do País. É o caso da proprietária da Cacau Xingu, do município de Brasil Novo, Jiovana Lunelli. Ela trabalha com chocolate a partir da produção de cacau orgânico certificado.

A Rota vai possibilitar que, além de conhecer o plantio e a fabricação, o turista tenha acesso a um produto 100% livre de defensivos agrícolas. “O apoio que a gestão nos dá é muito importante, uma visão inovadora de algo que já existe desde a década de 70, mas ninguém despertava, algo fundamental para o desenvolvimento do Xingu e da Transamazônica. Isso mostra para o Brasil e para o mundo que aqui tem excelentes empreendedores, que aqui se tem cacau de qualidade, que aqui também se produz chocolate de qualidade”, comemora Jiovana.

Criada pela Prefeitura de Altamira com apoio de prefeituras da região, e destaque do evento, a ‘Rota Turística do Cacau ao Chocolate’ tem um mapa exclusivo, se torna uma ferramenta indispensável para os visitantes que desejam explorar as fábricas e pontos de produção de chocolate na Região Xingu e Transamazônica. O projeto tem parceria de iniciativas como Viverde Amazônia e Xingu Adventure.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade